domingo, 28 de agosto de 2016

LAGRIMA DE JACARÉ!!!!


ACHEI ESTE JACARE EM SÃO GONÇALO RJ

aproveitar pra contar uma curiosidade sobre este repte 

conta que o jacaré lacrimeja enquanto devora suas presas
é que enquanto esta mastigando ele empurra para o ceu da boca e
comprime as glandulas lacrimas.


PORISTO O DITADO LAGRIMA DE CROCODILO 

sábado, 20 de agosto de 2016

HISTORIA DO PÃO!@












História do Pão

O pão é um produto alimentício resultado do cozimento de farinha com água e sal de cozinha. O pão foi produzido pela primeira vez há 6000 anos.

Surgimento do pão

Segundo os historiadores o pão teria surgido juntamente com o cultivo do trigo, na região da Mesopotâmia, onde atualmente está situado o Iraque. Supõe-se que a princípio o trigo fosse apenas mastigado.

Acredita-se que os primeiros pães fossem feitos de farinha misturada ao fruto do carvalho a que se chama bolota, landes ou noz. Seriam alimentos achatados, duros, secos e que também não poderiam ser comidos logo depois de prontos por serem bastante amargos. Assim, talvez fosse necessário lavá-los em água fervente por diversas vezes antes de se fazer as broas que eram expostas ao sol para secar. Tais broas eram assadas da mesma forma que os bolos, sobre pedras quentes ou debaixo de cinzas.

A fermentação

A fermentação é o segredo do pão. O pão levedado foi inventado no Egito onde, há cerca de 6 mil anos seria descoberta a fermentação.

O ar contém uma quantidade enorme de microrganismos, nomeadamente esporos de fungos de levedura, que encontram nas massas de pão as condições adequadas para se alimentar do amido da farinha. Em consequência da acção desses microrganismos, o amido divide-se em anidrido carbónico (CO2) e álcool. As bolhas do gás carbónico não conseguem escapar através da superfície e fazem inchar (crescer) a massa, tornando-a fofa. Durante a cozedura ácido carbónico e álcool conseguem escapar, mas o seu efeito fica, na porosidade, sabor e aroma do pão.

O primeiro pão fermentado teria sido descoberto por acaso. Se uma massa (sem qualquer fermento adicionado) for deixada ao ar, ela irá levedar. Em função das condições de temperatura e umidade, o tempo necessário para a fermentação natural pode variar de entre 4 a 8 horas, mas a massa acabará por levedar. Se antes de cozer a massa se retirar uma porção da massa levedada, obtem-se o fermento para a próxima fornada. A esta forma de fermentação chama-se fermentação natural ou massa velha.

O pão fermentado com massa velha fica com um sabor e aroma característicos, às vezes com um ligeiro travo ácido ou avinagrado. Em Portugal ainda se produz muito pão de massa velha. O pão alentejano e muitas broas minhotas são exemplos disso. Nas grandes superfícies comerciais e nas casas de produtos naturais/saudáveis também se encontra pão de massa velha ou fermento natural.

No entanto, a industrialização trouxe formas mais rápidas de produzir pão. O fermento de padeiro, que na grande maioria é utilizado para a fermentação do nosso pão, é um concentrado de leveduras. Como concentrado que é, torna a fermentação mais rápida e mais intensa. No entanto, os mais atentos ao paladar do pão observam a falta dos sabores e aromas que o fermento de padeiro não consegue "imitar".

O pão no Egito

As vantagens da fermentação e o consumo do pão mais semelhante ao que comemos hoje, era utilizada pelos egípcios á 4.000 anos a.C. No Egito, o pão pagava salários, camponeses ganhavam três pães e dois cântaros de cerveja por dia de trabalho.

O sistema de fabricação dos egípcios era muito simples – pedras moíam o trigo que adicionado á água formavam uma massa mole – e foram mostradas em pinturas encontradas sobre tumbas de reis que viveram por volta de 2.500 a.C.

Em Israel

As primeiras padarias surgiram em Jerusalém, após o contato com os egípcios, com quem os hebreus aprenderam melhores técnicas de fabricação e obtiveram a receita. Pouco tempo depois, já existia na cidade uma famosa rua de padeiros.

Na Antigüidade Clássica

O pão também teve sua história na Grécia e em Roma.

Na Grécia ocorreu na mesma época que no Egito, já em Roma foi bem mais tarde (800 anos a.C.), porém com grande importância.

Foi em Roma, por volta de 500 a.C. que foi criada a primeira escola para padeiros, tendo se tornado o principal alimento daquela civilização preparado em padarias públicas.

Pode-se dizer que, com a expansão do Império Romano, o hábito de consumir pão foi difundido por grande parte da Europa.

Na Idade Média

Com o início da Idade Média, por volta do ano 476 da era comum, as padarias acabaram e a produção de pão voltou a ser caseira. Assim, as pessoas voltaram a comer pão sem fermento.

A partir do século XII, na França, a panificação volta a ser como antes.

Na Idade Moderna

No século XVII, a França torna-se um destaque mundial na fabricação de pães, desenvolvendo técnicas aprimoradas de panificação.

A industrialização do pão

O aparecimento da máquina ocorre somente no século XIX, com amassadeiras (hidráulicas ou manuais), com um custo muito alto e também com grande rejeição. Os consumidores mostraram-se “hostis” com o pão feito mecanicamente. Pouco tempo depois surge o motor elétrico e a reclamação passa a ser dos padeiros. Cada máquina substituía dois padeiros.

Hoje o trigo é tratado em moinhos, é lavado, escorrido e passado por cilíndricos que separam o grão da casca.
fonte do texto:http://www.padariaflordemaio.com.br/paginas_site/default.asp?PAG_SEQ=1863

fotos: JOSUE TRINDADE

museu do amanha!!!!!



fui fazer um passeio no rio de janeiro, esta tudo muito lindo, fiz uma caminhada da praça 15 ate o museu do amanha tirei fotos lindas.deu uma sede danada agora o preço da agua estava um absurdo 5 reais, a pergunta é por que?

sábado, 6 de agosto de 2016

Salvação, agora é o tempo!





Após você ter navegado em nosso site e compreendido através dos artigos que expomos e desejar ter Jesus como seu Salvador pessoal leia o artigo abaixo e que o Senhor lhe abençoe e lhe guarde.


IMPORTA NASCER DE NOVO

A Bíblia é bem clara sobre a necessidade de uma pessoa nascer de novo para receber a vida eterna. Jesus cunhou esse termo em João 3:3-7, quando disse ao líder religioso Nicodemos: "Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus." Como essa necessidade é tão importante, Satanás a tem atacado com todo o seu poder nos últimos dois mil anos, fazendo a maioria das igrejas cristãs deixar de ensinar essa doutrina, apesar de que ninguém pode ser salvo sem passar por essa maravilhosa conversão espiritual. No entanto, a arma mais eficiente de Satanás contra a doutrina do Novo Nascimento sempre foi a confusão.

Felizmente, Jesus tornou esse processo de transformação bem simples, tão simples que todas as pessoas, independente de seu grau de instrução ou de inteligência, podem compreender. Existem vários passos para nascer de novo e eles estão relacionados a seguir:

Compreenda que TODOS os homens nascem pecadores. Romanos 3:23, diz "Pois todos pecaram e carecem da glória de Deus." Essa mensagem que todos os homens são pecadores é amplamente repetida nas Escrituras, tanto no Velho quanto no Novo Testamento. Isso significa que você é um pecador diante dos olhos de um Deus que é santo e que precisa punir todo o pecado. Você reconhece que é um pecador?

Como todo homem é um pecador imperfeito, e Deus é um Deus perfeito, nenhum homem pode salvar a si mesmo. Jesus deixou esse fato bem claro em Mateus 5:48, quando disse, "Portanto, sede vós perfeitos, como perfeito é o vosso Pai celeste." Se todos precisamos ser perfeitos aos olhos de Deus, como alguém poderá ir ao céu, especialmente se a Bíblia declara diversas vezes que TODOS são pecadores? Obviamente, ninguém irá ao céu assim, tentando ser bom para merecê-lo. Como a Bíblia diz que milhões de pessoas estarão no céu, deve haver um outro modo de chegar lá, além de tentar ser bom o suficiente.

Você precisa estar arrependido dos seus pecados e querer obter o perdão. Isso se chama Arrependimento. A palavra arrependimento significa que você se arrepende dos pecados passados e que não quer pecar mais. Arrependimento significa o desejo de dar uma volta de 180 graus em sua vida. Não significa que você nunca mais pecará, mas significa que o pecado será uma exceção na sua vida, não a regra. Não se preocupe — o Espírito Santo de Deus lhe dará o poder espiritual para se transformar nesse tipo de pessoa.

Jesus Cristo, oferecendo seu sangue derramado no Calvário, morreu como um sacrifício substituto pelos seus pecados, e agora está oferecendo vida eterna no céu para você como um Dom Gratuito!Parece bom demais para ser verdade? Em Romanos 6:23, temos: "Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor." A vida eterna é um dom, um dom gratuito, de Deus por meio do sacrifício de Jesus na cruz. Você não pode comprar a vida eterna, e com certeza não a merece, mas ela é oferecida como um DOM GRATUITO.

Em Efésios 2:8-9, o apóstolo Paulo reitera esse ensino que a vida eterna com Deus é um dom gratuito. "Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie." Nenhum homem poderá estar diante de Deus na eternidade, e se gloriar que "comprou" sua entrada no céu. Ao contrário, todas as pessoas no céu estarão ali somente por causa do Dom GRATUITO de Deus, que Jesus obteve com sua morte em nosso lugar na cruz. Em vez de punir os pecados individuais de cada pessoa, Deus acumulou esses pecados sobre Jesus quando Ele estava na cruz. (Isaías 53:2-12)

Agora, você provavelmente está pensando, 'Como posso receber esse dom gratuito da vida eterna?' Em Atos 16:25-33, o carcereiro perguntou a Paulo, "O que devo fazer para que seja salvo?" Paulo respondeu: "Crê no Senhor Jesus Cristo, e serás salvo, tu e tua casa." Você precisa CRER em Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador pessoal. Para crer realmente, você precisa colocar toda sua fé e confiança em Cristo e depender somente dEle como sua única esperança de salvação e de vida eterna. Essa é uma questão de crer no coração e você não pode fingir e enganar a Deus, pois Ele sabe tudo a seu respeito. Muitas pessoas erroneamente pensam que aceitando os fatos acerca da morte, sepultamento e ressurreição de Jesus Cristo, automaticamente receberão o dom da vida eterna. No entanto, esse não é o caso. Normalmente, os pregadores chamam isso de "conhecimento mental, mas sem aceitação no coração". A salvação é dada gratuitamente, mas somente para aqueles que creram genuinamente.

Em João 1:1,14: Vemos que Jesus Cristo é Deus, igual com Deus, presente com Deus antes do início dos tempos, e o verdadeiro criador do Universo e de tudo o que nele há. Jesus fez repetidamente essa afirmação durante seu ministério. Ele é 100% Deus e 100% humano ao mesmo tempo, e é essa a razão pela qual Ele usou ambos os títulos durante seu ministério, Filho de Deus e Filho do homem. Para nascer de novo, você precisa crer nessa doutrina acerca de Jesus Cristo.

Isaías 53:6 prediz exatamente o que Jesus Cristo fez por nós na cruz; "O SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos." Glória a Deus!! Somente a sabedoria, a graça e o poder do Deus Todo Poderoso poderia conceber um Plano de Salvação tão gracioso!! A natureza de Deus exige a punição de todo pecado. Ponto final! No entanto, Deus teve um plano por meio do qual um substituto inocente seria punido no lugar do pecador. No Antigo Testamento, Deus permitia que um cordeiro fosse o sacrifício substituto para o pecado; Jesus então se tornou o sacrifício perfeito, para todos os pecados do mundo. Seu sacrifício foi perfeito, nunca precisa ser repetido e salva todas as pessoas em todas as épocas.

Para nascer de novo, você precisa compreender e crer nesse princípio da morte substitutiva de Jesus na cruz do Calvário em seu lugar.

Agora que você compreende essas verdades, e crê nelas, precisa compreender como pode receber esse Dom GRATUITO da vida eterna por meio de Jesus Cristo. Afinal, se eu estivesse tentando lhe dar um presente GRATUITO, esse presente não se tornaria seu se você se recusasse a estender o braço e pegá-lo da minha mão. Você precisa ir até o Senhor Jesus e receber o Dom GRATUITO da Vida Eterna das mãos dEle. Como você faz isso?

Por meio da fé salvadora

Observe que eu disse fé salvadora. Existem tipos de fé que não o salvarão. Você pode entender intelectualmente os fatos sobre a pessoa de Jesus Cristo, mas essa não é uma fé salvadora. Você pode estar em uma 'igreja' ou em uma seita que ensina muitas verdades sobre Jesus Cristo, mas que ensina que você precisa fazer outras coisas para ganhar sua entrada no céu. Essa também não é a fé salvadora.

Fé salvadora é confiar em Jesus Cristo e nEle somente, para sua salvação

Se você acha que precisa de algo mais do que confiar na obra de Jesus Cristo na cruz, está contrariando Efésios 2:8-9 e Isaías 53:6b. A maioria das seitas e as falsas religiões cristãs erram nesse ponto; acrescentam outras coisas que são "necessárias" para a salvação, ou oferecem um caminho falso para o céu (por exemplo, salvação por meio do batismo).

Você recebe esse maravilhoso Dom GRATUITO de Vida Eterna aceitando-o pela fé salvadora. Essa é a maior história já contada, sobre a maior oferta que já foi feita, pela maior de todas as pessoas que já viveu. Verdadeiramente, somente um Deus sábio e gracioso poderia conceber um plano maravilhoso assim por meio do qual os homens pudessem ter seus pecados perdoados, e obter a vida eterna. Pense nisso! Deus, por sua própria natureza, precisa punir todo pecado, mas como é misericordioso, oferece o Plano da Punição Substitutiva, por meio de Seu Filho Jesus Cristo. Historicamente, chamamos esse plano maravilhoso de Evangelho, ou Boas Novas!!

Quer receber esse Dom da Vida Eterna que Jesus Cristo oferece? Se sua resposta for "Sim", pode receber imediatamente a vida eterna.

Diga consigo mesmo: Senhor Jesus hoje eu me arrependo diante do Senhor e do seu poder. Reconheço que sou pecador e preciso de sua graça em minha vida. Quero neste instante te pedir perdão por ter vivido errado e de forma pecaminosa todo este tempo que permaneci longe do Senhor. Quero também pedir perdão pelos meus terríveis pecados e renunciar toda esta maneira errada de vida para viver em novidade de vida a partir deste momento. Eu quero recebê-lo em meu coração Senhor Jesus e fazer de Ti meu único caminho; e da sua Palavra que é a Bíblia Sagrada minha única regra de fé e prática. Neste momento eu lhe peço escreve o meu nome no livro da vida e me da abundantemente do seu Espírito Santo. Mais uma vez eu reafirmo minha confissão que o recebo em meu coração para ser meu Senhor e Único Salvador. Creio que estou perdoado de todos os meus pecados ate este presente momento. Perdão que recebo mediante minha fé no sacrifício que fez por mim na cruz do calvário. Creio também que teu sangue me purifica de todo pecado. Obrigado Senhor.

Você podendo agora se ajoelhe e faça uma oração ao Senhor de gratidão por Ele ter te salvado. Ou se por acaso estiver em local publico procure uma igreja e uma vez nesta igreja derrame-se na presença de Deus. Pode ser um lugar também onde você possa falar em voz alta sobre sua decisão para que todo inferno saiba que agora tu és um filho de Deus.

Se você hoje fez esta oração querendo pode nos testemunhar (Contato). Seu testemunho vai encorajar outros a se tornarem filhos de Deus, como você.

Pr. Adelcio Ferreira (semenadoapalavra.net)


fonte:http://www.vivos.com.br/374.htm

foto de um quadro!!