segunda-feira, 7 de março de 2016

Por que Deus está lutando contra mim?



Alguns momentos de nossas vidas são muito duros e difíceis. Os próprios problemas em si já trazem certas dores ao nosso coração e até físicas, mas existe também a dor de não saber exatamente porque estamos passando pela dor. Ou mesmo a dor de não saber como enfrentar todo o dolorido vale da sombra da morte que estamos trilhando. Felizmente, todas essas dúvidas não são privilégios meus ou seus, mas de praticamente todos. Agora, ou em algum momento, certamente, deveremos passar por situações onde nosso coração levante algumas questões: por que parece que Deus tem lutado contra mim? Ele não deveria me abençoar e ajudar? Ele não deveria ouvir a minha oração?
Por que Deus está lutando contra mim?

Por que Deus está contra mim, me trazendo tanto sofrimento?




Jó passou por essas dúvidas. E em sua oração ele questionou a Deus: “faze-me saber por que contendes comigo” (Jó 10:2). Em certos momentos nos parece que Deus saiu de Sua condição de Pai amoroso e passou à condição de guerreiro que guerreia contra nós. Sentimos isso em nosso coração. No entanto, esse sentimento não poderia ser verdadeiro, pois ele brota de nosso coração enganoso, conforme nos ensinou o profeta: “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?” (Jeremias: 17:9). Apesar de o sentimento de dor ser verdadeiro, a conclusão é falsa.
Qual você quer? Escolha e clique:
Teologia sem mensalidades Kit para pregadores - Memorização da Bíblia - Ver Outros
Deus não está lutando contra nós como um guerreiro que se alegra em ver o inimigo sofrendo até a morte! Não! Pensar isso é ver com uma realidade distorcida. Por vários momentos Jó sentiu assim, concluiu assim. Por diversos momentos nós também temos essa impressão de que Deus é um guerreiro invencível que está nos massacrando sem que possamos reagir.
Mas o próprio Jó reviu suas conclusões: “Na verdade, falei do que não entendia; coisas maravilhosas demais para mim, coisas que eu não conhecia” (Jó 42:3). O nosso conhecimento é limitado, o de Deus, não. Nossos planos podem fracassar, mas os de Deus, não. Apesar de Jó nunca ter ficado sabendo o motivo de ter passado por tanto sofrimento, parece que após refletir profundamente e ver que Deus não estava lutando contra ele, conseguiu concluir que havia propósitos maiores em tudo o que ele estava passando. Jó conseguiu extrair coisas positivas quando deixou que sua razão não fosse mais dominada e contaminada pelos sentimentos enganosos, antes, agora, estava dominada pela Palavra de Deus: “Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te vêem” (Jó 42:5). Mesmo ainda passando por suas graves dores, Jó conseguiu ver de forma diferente tudo que estava acontecendo. E foi só depois disso que teve tudo restaurado em sua vida. Quando a principal coisa da vida de Jó foi restaurada, as outras foram se restaurando naturalmente.
Por mais difícil que seja não saber os motivos pelos quais passamos por “vales da sombra da morte”, é importante saber que a compreensão das coisas, dos motivos, das dores pode esperar. Essa compreensão pode ocorrer aqui nesta terra, ou não. Mas a obediência a Deus não pode esperar, ela deve estar presente em nossas vidas de forma vivida e sempre. Só assim poderemos declarar como a ovelha do Salmos 24:4 “Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque tu estás comigo; o teu bordão e o teu cajado me consolam”
Deus é o nosso pastor, não o nosso inimigo!
fonte: www.esbocandoideias.com/2016/02/por-que-deus-esta-lutando-contra-mim.html#sthash.SjyC4hv8.dpuf

Postado por Presbítero André Sanchez em: Reflexões

foto de um quadro!!